terça-feira, 17 de junho de 2008

Encontros imediatos do terceiro grau

Ontem, para variar um bocadinho, saí às 18h em ponto. Ou seja, tive tempo para lanchar como as pessoas normais, sentadinha a uma mesa com o meu palmier coberto (quilos de açúcar e milhões de calorias em cada dentada, que eu não faço a coisa por menos). Chega a minha mãe, a única pessoa que eu conheço que é ainda mais distraída do que eu no que toca a reconhecer pessoas na rua. E é quando ela pergunta ao senhor do lado se pode tirar a cadeira, e uma voz conhecida responde:

"claro"

que eu vejo que ali ao lado, sentadinho com o seu lanche, está nada mais nada menos que................

... Eládio Clímaco. E assim de repente, com aquele

"claro"

foi o regresso ao passado: os Jogos Sem Fronteiras, o Festival da Eurovisão, os anos 80, o princípio dos anos 90, e eu de franjinha e com os olhos colados à televisão.

5 comentários:

Carochinha disse...

Ah, os Jogos sem Fronteiras... tenham a dimensão grandiosa que tem hoje o europeu de futebol =)

me disse...

É um querido esse Senhor!!!

Lux Lisbon disse...

Adoro a voz dele! reconhece-se a milhas!

Bee. disse...

oh pah LINDO.

ricos verões passei eu a ver isso ao serão.

misskitsch disse...

a tua mãe é a maior! ;)