terça-feira, 6 de maio de 2008

De fininho

"Love creeps up on you. She puts her hands over your eyes and asks you to guess who she is."*

Hoje, a folhear a agenda, dei com esta frase. Escrevi-a no momento em que a ouvi. Porque esta ideia de o amor chegar de fininho e fazer connosco o jogo infantil de pôr as mãos em cima dos olhos e pedir para adivinhar quem é, é uma imagem muito muito bonita.
Mas eu pergunto-me... Esse chegar de fininho é suposto ser assim tão de fininho e tão devagar que não há maneira de dar por ele?


* roubado a Presumption, dos Third Angel

3 comentários:

Carochinha disse...

Epá, este blog anda mesmo cheio de amor...

misskitsch disse...

Fizeste-me rir.
OU n�o sei bem, se calhar foi mais aquele esgar nervoso de quando te deparas com uma verdade que te encolhe o est�mago.

Estou em crer que � mais esta ;)

Obrigada pela visita. J� aqui tinha estado e gostei * a imagem l� de cima � estupidamente gira*.
I'll be back - como diria o outro!

beijinho*

Marisa disse...

Por vezes só damos por ele quando ele já cá está há muito tempo! Outras vezes apercebemo-nos logo quando ele chega.