domingo, 16 de dezembro de 2012

Acabaram-se as asneiras

Estas começadas por "M" e as outras de andar a viver um amor ou quase-amor que não pode ser.
(Mas foi bom enquanto durou).

13 comentários:

Ana 100 Sentidos disse...

Porque nao pode ser?
:(

Johnny disse...

Vais acabar por te arrepender. E não me refiro à parte em que vais deixar de dizer palavrões.

J. disse...

E este teu post foi como levar com um tijolo na cara. Força, espero ter a mesma determinação que tu :)

Ana Maria disse...

Estou contigo.. Não vale a pena esperar por aquilo que nunca há-de vir.

medusa disse...

ooohhh...agora que a coisa estava a ficar interessante!!!
Mas percebo-te bem, ás vezes temos que pôr a cabecinha no lugar.

Maria Pitufa disse...

Acabou??? Não pode ser??Oh...este post foi um banho de agua fria! Mas tu lá terás as tuas razões!

Anónimo disse...

NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOO.... E lá se foi a minha esperança de que um dia um "quase-amor que nao pode ser" ia passar a ser um amor que pode e deve ser...

Solidariedade feminina - estou contigo, espero que estejas certa e segura!

M

Teaser Flor disse...

O "não pode ser" é muito relativo :)

*

inversiva disse...

as asneiras começadas por "M" são as maiores de todas. de sempre. para todo o sempre. odeio "M's".

Anónimo disse...

Explica-te, mulher!!!

Ana J disse...

Oh. Às vezes é melhor assim. O que não dá, não dá.

Ana J disse...

... e sempre terás o teu gato. ;)

Sofia Ribeiro disse...

Oh merda! Feliz Natal. Um beijinho*