segunda-feira, 24 de setembro de 2012

"O coração é livre como um passarinho"

"Ainda esta manhã, quando ia para o aeroporto, uma velha sem dentes mostrou o fio da língua e gritou na rua
- Ninguém manda no coração, o coração é livre como um passarinho!
e que verdade mais bela e assustadora ouviste tu no mundo?

(...)

Espera, lembrei-me agora, e se o coração que é livre como um passarinho, foi o que gritou a velhota na rua, e se lhe acontece o inesperado, e se o passarinho for apanhado e metido numa gaiola, minha senhora?
- Então ele sonhará que está lá fora, livre como um coração. Não mandas nele, mesmo que queiras."

Rui Cardoso Martins in "Se fosse fácil era para os outros"

4 comentários:

Mafaldinha disse...

muito bom!!!bjinho

Ana J disse...

Muito bonito... De facto, não mandamos nos corações de ninguém..e o pior é que não mandamos no nosso.

Ana J disse...

Já agora...escreve mais vezes. Gosto do q escreves.

Joana disse...

Concordo, gosto do que escreves!