sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

E depois vai-se a ver...

... e o coração fica negro mas é de bater mais depressa e já não apetece dar socos em quem nos vier mostrar mais um cupidozinho que seja.

2 comentários:

Raven disse...

E essa é que é essa! Certas coisas parecem parvas até algo lhes dar sentido

Ana J disse...

negro como carvão, que já ardeu tudo o q tinha a arder...