segunda-feira, 7 de setembro de 2009

A ervilha

Quando a minha cadela ficou doente e teve de ser operada de urgência, o meu coração ficou do tamanho de uma ervilha.
Agora a minha cadela morreu e nem ervilha, nem noz, nem esparregado de ervilha, nem nada. Não sei descrever como tenho o coração porque a única coisa que sinto é o espaço onde ele estava.
Uma ervilha ao pé disto era uma grande coisa.

25 comentários:

Bravo disse...

Lamento muito minha linda.
Um beijinho e um abraço bem apertado***

Joanika disse...

Os nossos "bixos" são tudo para nós.
***

Alexandre disse...

Lamento muito! Infelizmente, é a vida. :(

Tiago disse...

Pois é mana, neste momento no coração está um espaço vazio, muito triste, mas tenho a certeza que daqui por uns tempos esse espaço vai estar preenchido por todas as boas memórias que temos da Boogie.
E de certeza que este vazio vai encher pq tivemos a sorte de viver a nossa infancia/adolescencia com a melhor cadelinha do mundo.
Beijos

Caramela disse...

lamento imenso!
como compreendo esse sentimento, quando o meu cão morreu foi um vazio imenso, que ainda hoje permanece (depois de 5 anos). cada animal deixa a sua patinha bem marcada!!

couve-flor. disse...

como te entendo.

R.L. disse...

força* tive uma gata durante dezoito anos... qd ela morreu tb ficou assim um vazio, a minha pequena Zulu.

Lily disse...

Eu desde sempre vivi com imensos animais à minha volta e apego-me imenso a eles, principalmente aos meus cães...muitas vezes dou por mim a sofrer por antecipação, porque sei que,infelizmente, eles não aguentam tanto como nós e mais cedo ou mais tarde lá temos que passar pela perda do nosso melhor amigo.
Às vezes fico tão triste que demoro anos a ultrapassar isso...
Compreendo perfeitamente o que sentes.
*

apipocamaisdoce disse...

Eu, que não sou dada a bichos, gostava da Boogie porque ela não me ligava nenhuma. =) O jantar em honra dela mantém-se. Beijos e abracinhos.

MissKitsch disse...

Lamento mesmo.
Isto parece uma parvoíce, visto de fora. Mas quem em cães e afins consegue perfeitamente perceber.

O meu também já está velhoe e já me deu uns sustos... :(


*

Lena disse...

A minha lady morreu na sexta feira e não tenho palavras para descrever o que sinto. Não consigo dormir. só choro. Ela levou um bocadinho de mim. Foram 13 anos de conjugação perfeita. Gostaria de falar com alguem que me entendesse para me aliviar um pouco mas só encontro pessoas que me dissem deixa lá é só um cão.

Sara disse...

Lamento imenso. Um grande beijinho.

Patty* disse...

Sis* Reforço o miminho que já te tinha enviado... O Twingo também deixou um vazio indescritível e nada o vai preencher... O mano Tiago tem razão, só mesmo as boas recordações podem ajudar.

*miminho extra apertado*

Sandy disse...

Lamento mesmo sei bem o que isso é. Agora só mesmo o tempo e se poderes arranja um cachorrinho, não substitui mas ajuda muito.

SEUL CONTRE TOUS disse...

"There aren't any promises. Nothing certain. Only that some get called, some get saved. She won't ever know the hardship and grief for those of us left behind. We commit these bodies to the void with a glad heart. For within each seed, there is a promise of a flower, and within each death, no matter how small, there's always a new life. A new beginning"

Maria Inês disse...

:(

made in ♥ love disse...

Vai sempre aquele pedacinho de nós com quem parte...

Um beijinho especial
Eduarda
made in ♥ love

A Mala e a Cidade disse...

Tb perdi a minha há pouco tempo... Dois meses, para ser exacta, e todos os dias penso nela, sinto falta dela...

força...

marianinha disse...

Eu sei que doi mas pensa assim ela eata num sitio melhor e talvez fou-se melhor assim do que estar a sofrer o teu coração um dia vai corarse e só lembra-te apenas das boas recordações que tiveste com ela.

beijinhos grandes

Pipa disse...

As melhoras :)

D* disse...

É incrível como os nossos "amigos" se tornam tanto para nós. Mas sempre ficam as boas recordações :) As melhoras**

Bluebluesky disse...

oooooohhhhhhhh como eu te compreendo :(

poveirinha disse...

ha uma dica que se costuma dar: ir já, hoje!, buscar outro! ... a alegria da descoberta do novo, ajuda... nao esquece, nem substitui... mas ajuda!

costela de adão disse...

Para quem tem um animal, este faz parte da família e perdê-lo dói tanto como se fosse uma pessoa. Lamento.

Lolita disse...

Compreendo-te e tenho muita pena. :-( A Poveirinha tem razão e a minha avó já dizia "a lambidela de um cão cura-se com outra!" ;-)